Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias
Notícias
13 de Abril de 2018
5 4 3 2 1

Como fazer com que o aprendizado da reunião pedagógica chegue à sala de aula

Na reunião com professores, o coordenador deve ter clareza sobre que temas serão trabalhados para gerar resultados práticos

Por: GESTÃO ESCOLAR
Foto: rawpixel.com on Unsplash

Construir um ambiente de diálogo, com espaços de escuta e de fala, além de muita reflexão, estão entre os elementos principais para a construção de uma equipe alinhada e coesa. Ainda que a escola seja parte de uma rede, cada unidade vai construir seu funcionamento e definir sua identidade ao longo dos anos. Nesse ponto, as reuniões pedagógicas, que envolvem coordenadores e professores, podem ser um grande espaço de construção daquilo que a escola tem de melhor: as pessoas que a fazem e sua vontade de garantir as melhores condições de aprendizado.

LEIA MAIS   Organização na sala: fileiras, nunca mais

Para construir esse ambiente saudável, é importante esclarecer que as reuniões pedagógicas são espaços de estudo e reflexão. Aqui não cabem demandas administrativas, queixas ou recados – esses devem ser dados em outro momento de feedback.

O que o coordenador deve considerar ao planejar o encontro é que o objetivo das reuniões pedagógicas é entender o que está dando certo, o que não está funcionando e o que pode melhor. Esses momentos de planejamento coletivo e reflexão da prática de sala de aula são essenciais para que professores possam trocar experiências e ideias para desenvolver maneiras de levar o conteúdo ao aluno.

LEIA MAIS   Como organizar sua escola para a Copa do Mundo

O ponto de partida de qualquer formação continuada eficiente é que atenda às especificidades daquela realidade escolar. Em outras palavras, considerar a estrutura, condições, recursos e os profissionais envolvidos. Para ter mais clareza sobre essas necessidades, o coordenador pedagógico pode passar questionários aos professores, fazer observações em sala de aula e analisar os resultados dos alunos. A partir daí ficará mais claro quais são os conteúdos em que os alunos demonstram maior dificuldade de aprendizagem. Pode estar aí uma oportunidade de instigar a formação do professor ou sugerir novas práticas que possam melhorar a retenção desse conteúdo.

Para que as reuniões funcionem na prática, além de estabelecer horários na grade escolar, o coordenador deve entender antes qual o conhecimento dos professores sobre os assuntos que pretende tratar. Isso pode ser feita através de conversas antecipadas ou mesmo questionários.

Com isso em mente, é importante planejar as reuniões pedagógicas considerando alguns pontos:

 

Objetivos do encontro
Para garantir que a reunião seja mais produtiva, é importante que o coordenador tenha clareza quanto ao que espera da reunião. A pauta deve estabelecer os pontos que serão discutidos e até que ponto se espera que as discussões avancem e quais serão as ações tomadas e quem ficará responsável por qual tarefa ou devolutiva. 

Apresentação dos objetivos
A abertura da reunião pode ser feita com uma apresentação oral ou envolver a exibição de gráficos (como avaliações de provas e resultados). Outra maneira é introduzir um tema e propor atividades para que os professores possam se expressar. Seja qual for a escolha, é necessário que o material esteja pronto e que seja aberto o espaço para a conversa, sem interrupções nem atrasos. 

Momentos de reflexão para ampliação de conteúdo
Após as atividades ou discussões iniciais, o coordenador deve propor questões aos professores, para que eles possam refletir sobre mudanças a serem promovidas em práticas de sala de aula. Como material de apoio entram textos para dar mais embasamento teórico, trechos de livros ou materiais multimídia, como vídeos. O importante é debater essas problemáticas. 

Discussão da prática de sala de aula
Este é o momento em que coordenador e professores falarão claramente sobre o processo ensino-aprendizado em sala de aula. Sempre que o coordenador tiver bom material de apoio com exemplos práticos, é bom apresenta-los à equipe. Podem ser vídeos com situações de sala de aula ou textos em que educadores falam sobre sua experiência, com erros e acertos. Durante a apresentação, o coordenador deve destacar os pontos mais importantes para a absorção do conteúdo de formação. 

Reestrututação de conteúdo e aprendizagem
Ao final da reunião, com apresentação de conteúdos e reflexões, chegou a hora de dar estrutura ao que foi discutido e encaminhar propostas para ações práticas. É importante que o coordenador perceba aqui como as reflexões do grupo serão levadas à sala de aula e quais ações serão tomadas para melhorar e qualificar o ensino.

Aprofunde sua leitura

Assuntos Relacionados